sábado, 14 de fevereiro de 2009

Saudade de Mim


Nãoé medo de mudança, mas as vezes eu queria parar de andar tanto e colocar meu mundo minha cabeça e algumas coisas no lugar, é só uma vontade que eu sinto de parar um pouco, achar meu foco e me centrar no ser, porque o estar me dominou, eu sempre estou e pouco sendo. E isso ta me dando uma saudade de mim... E vai demandar esforço, notar que o vento não é só mais um sopro, mas bate em minhas costas e me leva com um sorriso que em meu rosto forma um esboço, esboço de um cara feliz. E isso ta me dando uma saudade de mim. O meu eu ainda é muito moço, mas já viu coisas que um velho andarilho vendedor de jasmim jura que é loucura, desleixada bravura, bobagem, tontura, momentos em que a alma pura gera os devaneios do arlequim. E isso, isso realmente me deu saudade de mim.
Marcelo M. Garcia - 12 de Janeiro de 2009


4 comentários:

Avassaladora disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sonia Schmorantz disse...

"Conte a sua história ao vento,
Cante aos mares para os muitos marujos;
cujos olhos são faróis sujos e sem brilho.
Escreva no asfalto com sangue,
Grite bem alto a sua história antes que ela seja varrida na manhã seguinte pelos garis.
Abra seu peito em direção dos canhões,
Suba nos tanques de Pequim,
Derrube os muros de Berlim,
Destrua as catedrais de Paris.
Defenda a sua palavra,
A vida não vale nada se você não
viver uma boa história pra contar."
(Pedro Bial)

Na impossibilidade de entrar em detalhes, como eu gostaria imensamente como todos amigos que tenho, venho trazer um pouco de poesia e desejar que seu domingo, sua nova semana seja de mil cores, que tenhas muitas alegrias!

Um abraço

Sônia

Ava disse...

Eita que vc sabe sumir...


Te adoro!!!

Carinhos e mais carinhos!!!

Angélica Lins disse...

Gosto tanto de como escreve...Pena que esteja demorando tanto a postar.

Deixo-te um beijo meu.
=)